(11) 3508-8252
WeDo
WeDo

5 dicas de sucesso para um corretor iniciante

O corretor é uma peça fundamental no mercado imobiliário. Afinal, é ele quem media a maior parte das transações de compra, venda ou aluguel de imóveis. Por ser uma profissão que acolhe pessoas de qualquer idade e formação, muitas pessoas enxergam na carreira de corretor uma boa oportunidade.

De fato, há muitas vantagens em atuar no ramo, como o bom retorno financeiro por meio da comissão de corretagem, a flexibilidade de horários e a dinamicidade da rotina. Por essas e outras, que muitas pessoas optam em trilhar nessa profissão. Pensando nisso, reunimos cinco dicas para você, corretor iniciante ter sucesso na sua profissão. Confira!

1. INVISTA NO PLANEJAMENTO DE CARREIRA

Para atingir sucesso profissional é essencial investir no planejamento da carreira. Assim como em qualquer profissão, ninguém se torna corretor imobiliário da noite para o dia: é preciso se planejar a médio prazo para entrar no ramo. Quem quer atuar na área precisa seguir alguns passos para conquistar o registro no Conselho Regional de Corretores de Imóveis, o Creci, órgão que regulamenta o ofício.

Uma vez autorizado a trabalhar no ramo, o corretor iniciante deve ter paciência. Seu trabalho será construído aos poucos, dia após dia.

2. ENTENDA AS DIFERENÇAS ENTRE TRABALHAR EM UMA IMOBILIÁRIA E SER CORRETOR DE IMÓVEIS AUTÔNOMO

Trabalhar como autônomo é um caminho super possível para o corretor imobiliário e tem suas vantagens, como uma agenda mais flexível e a maior liberdade para definir as taxas de comissão. No entanto, essa não é a melhor alternativa para um corretor iniciante.

O trabalho em equipe nas imobiliárias ajuda e muito o corretor no começo da sua carreira. Dando toda a assistência e experiência necessária para o ramo.

Mas, se você optar por começar a carreira como corretor autônomo, existem algumas atitudes que podem te ajudar nesse processo:

• Organizar-se com planilhas, calendários e modelos de documentos;
• Investir em um software de relacionamento com o cliente;
• Criar uma boa presença online, com site e páginas nas redes sociais;
• Fechar boas parcerias.

3. CONHEÇA O MERCADO IMOBILIÁRIO

O corretor iniciante deve estar preparado para estudar muito e se informar o máximo que puder sobre o ramo.

Tem que estudar e estar sempre conectado com as notícias de economia e do mercado financeiro. E o mais importante, ficar por dentro dos lançamentos imobiliários e conhecer o máximo de imóveis possível.

4. APRENDA TÉCNICAS

De nada adianta aprender tudo sobre o mercado imobiliário se o corretor iniciante não desenvolver técnicas de venda e negociação de imóveis.

Há alguns caminhos para aperfeiçoar essas atitudes:

• Saiba quais perguntas fazer ao cliente;
• Disponha de dados para responder as perguntas que o cliente pode fazer para você;
• Trabalhe bem o enredo das conversas com o cliente;
• Mantenha clientes indecisos por perto, tentando encontrar soluções para eles.

5. SAIBA O QUE É RETENÇÃO E PROSPECÇÃO DE CLIENTES

Entender esses dois movimentos é muito importante para o corretor iniciante que está começando a montar sua cartela de clientes. Ele deve ter em mente que se conseguir aplicar bem as técnicas de vendas e desenvolver um bom atendimento a tendência é manter os consumidores por perto.

O corretor iniciante não pode depender apenas das indicações e da retenção de clientes, sobretudo no começo da carreira. É aí que entra a prospecção de clientes, ou seja, a procura e a conquista de novos contatos.

As técnicas de negociação se mostram bem úteis nesse processo também, já que conhecer o perfil de consumidor e os imóveis que você tem a oferecer é fundamental para realizar uma boa sondagem e atrair clientes em potencial.

Quer receber mais dicas como está? Cadastre-se em nossa newsletter.